WhatsApp: (66) 84086967

Recomende

Instagram

Seguir no Facebook

Textos Bonitos Para Tumblr

Depois de muitos anos sem contato,
dois amigos de muitos anos (um
homem e uma mulher) começam a se
encontrar em festas com antigos
amigos.Um pessoal reunido, bebida e
comida à vontade e muitas
gargalhadas e fofocas dos tempos em
que andavam juntos.As festas
aconteciam sempre na casa de uma
única pessoa por causa do espaço. No
total foram sete festas desde o
primeiro reencontro. Na última dessas
festas, a oportunidade de ouro.
Daquelas oportunidades que
acontecem uma vez na vida. Como a
passagem do cometa Halley. Na volta
pra casa, os dois amigos voltam juntos
– ele pega carona com ela –
conversando sobre os tempos antigos,
o que fazem hoje, planos para o
futuro…. essas coisas.Quando chega
no destino dele…
- Posso te confessar uma coisa?
- Claro. Pode falar, menino.
- Você sabe que eu fico nervoso
quando estou perto de você. Isso
nunca acontece comigo, mas ao seu
lado, simplesmente não sei o que
fazer.
- Err… era isso? HaHa. Tudo bem
menino. Não precisa ficar nervoso
perto de mim.
- Calma, mocinha. Não era isso. Se
bem que acabei confessando outra
coisa. Mas o que eu quero falar me
deixa mais nervoso ainda.
- Humm… pode falar. Pode contar
comigo pro que precisar.
- É que hoje no meio de toda aquela
gente, eu não consegui tirar o olho de
você.
- Ow amigo…. nem sei o que dizer.
- Érr… deixa eu falar então, tá?
Prometo que vou ser breve.
- Então tá. Mas, fala logo que já estou
ficando apreensiva!
- É porque, pra mim, é difícil falar
essas coisas… mas vou tentar. Eu
acho que dessa vez, eu medi cada
palavra. Mesmo gaguejando um pouco.
- Mas…
- Bem, vamos lá, deixa eu começar
então. Seja lá o que Deus quiser.
- HaHa. Você é engraçado!
- É sério!
- Err.. Só se acalme, menino. Ficou
mais nervoso ainda. Fique calmo, olhe
pra mim, pense no que vai falar, e
diga.
- Não é tão fácil assim…
- Ora, não é tão difícil assim…
- Isso porque não é com você.
- …
- Não me olhe assim, senão num sai
nada.
- Amigo, você sempre foi muito tímido
e retraído. Mas, hoje, quando estava
com toda aquela gente não parecia
nada tímido. Era um dos que mais
falava.
- É porque eu sei ‘tapiar’ bem. HeHe.
- E porque não está ‘tapiando’ agora?
- Irr… fiquei sem palavras. E pior
ainda, fique com cara de bobo.
- Cara de bobo? Ficou nada! Mas ficou
bonitinho envergonhado.
- Pára! Senão não vou conseguir falar
o que quero há muito tempo.
- Há muito tempo?
- …
- Tá, então tá. Não vou mais
interromper.
- Bem… deixa eu começar então…
- Antes de começar, pode enxugar
suas mãos.
- Como você sabe que estão suadas?
- Ora, esqueceu que eu tinha a mesma
coisa que você? Minha mão ficava
toda suada quando ficava nervosa.
- Pelo visto tô dando muita bandeira
né! HaHa.
- Não sei… só sei que dá pra notar.
- Você é uma pessoa muito especial.
- Hum… obrigada, amigo. Você é
muito especial também.
- Pronto, confessei o que tinha que
confessar.
- Hã? Quando que eu nem vi?
- Agorinha!
- AAh não, repete então!
- Tá…
- Faaala!
- É… é que… você é muito especial.
- AAh… não acredito que esse medo
todo era pra dizer isso…
- Acredite, linda! Acredite.. valeu pela
carona, tá? Até a próxima, espero que
a próxima venha logo. HeHe.
- De nada, amigo. Então até a
próxima!
Ele: Que droga! Num devia ter falado
nada disso. Ela vai me achar um
bobão! Que papelão eu fiz! Vou ficar
um tempo sem falar com ela pra ela
esquecer de toda essa besteira que eu
falei hoje. Agora estou aqui, com essa
cara de babaca! Morrendo de
vergonha!
Ela: Que droga! Ele podia ter falado
mais! Pensei que ele ia me pedir um
beijo… como eu espero um pedido
dele.. Eu devia ter dado mais brecha
pra ele. Do jeito que eu falei parecia
que eu num queria nada… Como eu
sou burra! Agora vou esperar
trocentos anos pra ter outra
oportunidade. Da próxima vez, se ele
num falar eu falo.

Pesquisar

Custom Search